A escola mata a criatividade das crianças

Infelizmente essa é uma situação que está presente em grande parte das escolas, a prática docente ao invés de estimular e instigar a curiosidade dos discentes, na busca do novo, do inesperado; ficam “presas” num ciclo vicioso de atitudes erronias. Essas que prejudicam de certa forma o processo de ensino-aprendizagem.
Cada vez mais, encontramos em sala de aula professores, que falam, falam, falam, e só. Suas aulas se resumem a isso. Quando se trata de criança, principalmente, é importante deixá-las participar, expondo suas idéias, opiniões, suas vivências cotidianas; sejam em conversas, desenhos, brincadeiras, etc.
Mas será que a culpa é somente dos professores?! Creio que não, pois há todo um sistema hierárquico que impõe como e o que deve ser aplicado. E também as avaliações quantitativas, em vez de qualitativas. Bom, são inúmeros fatores que acarretam tais aspectos desestimulantes.
Precisamos de professores dispostos a reverter esse quadro, aqueles que realmente amam o ato de educar!

(by Lelêh, minha prima linda !! sz' )


Por Professora Letícia Motta

Comentários