Ciúme


Ele chegou na casa dela de cara fechada e muito nervoso. Ela sabia que era pelos ciúmes. Ele não acreditava que aquilo estava se repetindo e se sentiu preso e injustiçado. Não era questão de abrir mão de algo por ela, mas a questão da desconfiança que ela tinha nele. Ele gostava do ciúme dela, mas ela as vezes pegava muito pesado. Ambos estavam magoados.

-Cara, chega! Não aguento mais esses ciúmes seus!
-Então não me dê motivos!
-Tudo pra você é motivo!
-Sim! Tudo o que ameaça o nosso amor é realmente motivo muito forte pra eu sentir ciumes!
-É! Tudo mesmo! Meu futebol, meus amigos, meu computador, meu trabalho... Cara, eu to sufocado! Você esta me pressionando de mais!
-Você não entende não é?!
-Sinceramente, eu não entendo mesmo! Você não confia em mim?! Não confia nas promessas que eu te fiz?!
-Não é questão de confiar em você... Quer saber, faz o que você quiser! A vida é sua!
-Não! A vida é nossa! (Nesse momento ele baixou o tom de voz e foi mais carinhoso.) Você é minha vida! Poxa, nós estamos juntos! Nós somos um só! Se esqueceu disso? Eu jamais deixaria você. Jamais te abandonaria. Nunca vai existir alguém capaz de substituir você! Poxa, não duvide assim de mim. Quantas vezes eu ja te provei meu amor?! Eu sei que todas as provas jamais seriam suficientes, mas poxa amor, eu estou me esforçando o máximo pra ganhar a sua confiança...
-Cara... (Nesse momento ela começou a chorar e ele também.) Você não entende... Não é desconfiança. É medo de perder você! Será que você tem noção do quanto é importante em minha vida? Cara, eu não sei como viver sem ter você. Você é meu tudo! Eu não quero nunca te perder. E eu só tenho medo... Medo de aparecer alguém melhor que eu. Alguém que te ganhe, que ponha dúvidas em você...
-Amor, para com isso. (Ele sorriu, mas foi um sorriso carinhoso e gentil.) Não existe ninguém nesse mundo melhor que você! Pelo menos não pra mim! Tudo o que eu sempre quis eu encontrei em você. E sei que só posso encontrar em você! Eu te amo! Eu jamais te abandonaria! Nós vamos ficar juntos pra sempre!
-Promete?
-Prometo! Pra sempre e uma semana a mais!

Eles se abraçaram, choraram e riram juntos. O que sempre fazia eles ficarem tão unidos era o "eu te amo" ao fim de cada briga. O respeito e o carinho sempre estavam acima do orgulho e das desavenças. Ela o amava muito e esse amor era recíproco. Naquele momento ela pode perceber isso...

Por Pierre Martins

Comentários

  1. Que lindo,estou seguindo teu blog,olha o meu
    http://amamosnovelas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Seguindo-te.
    http://truthordarehl.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por comentar!