Nunca vou desistir de você


Era fim de tarde e ele havia ligado pra ela e marcado de se encontrar na praça. Eles estavam sentados no banco e conversaram sobre muitas coisas. Ela estava linda como sempre e ele parecia bem animado. Aliás, sempre que ele estava com ela ele se animava.

-Sabe o que é engraçado?
-O que?
-Acho que você não combina com ela.
-Como assim?
-Sei la... O jeito dela... Não tem nada a ver contigo.
-Você é louca menina... Você é a primeira pessoa que me diz isso...
-Mas eu sou a única que te conhece de verdade!
-Eu sei disso. Mas ela me faz feliz...
-Mas do que eu poderia fazer?
-Como é? (Perguntou ele surpreso.)
-É isso mesmo! Será que ela te faz mais feliz do que eu poderia fazer?
-Bom, você nunca me deu a oportunidade de comparar...
-É, eu sei... (Após dizer isso ela baixou a cabeça e deu um sorriso tímido.)
-Você...
-Eu...?
-Nada. Deixa pra la.
-Não! Prossiga, por favor...
-Sei la... Você... Pensa em mim?

Nesse momento ela sorriu, suspirou e fez sinal de sim com a cabeça.

-Sempre...
-Eu tenho que te contar uma coisa...
-Não diga por favor... Não nesse momento... Não agora... (Nesse momento ela notavelmente estava triste.)
-O que você acha que eu vou dizer menina?
-Que você gosta de mim mas esta feliz com ela... Que não valeria apena trocar ela agora por mim que sempre vacilei contigo e sempre disse não pra você. E eu me sentiria mais idiota ainda do que estou me sentindo... Ou do que me senti quando vi que havia perdido você...
-Você é louca...
- ...Por você!
-Essa frase é minha!
-Agora é minha!

Nesse momento ele segurou o rosto dela e pôs sua mão ao lado da bochecha, ao modo que seu polegar pudesse acariciar a sobrancelha dela e os demais dedos ficassem por baixo de seus cabelos, olhou bem nos olhos dela e sorriu.

-Eu te amo... (Disse ela.)
-E eu amo você! (Respondeu ele.)

Nesse momento ela segurou no braço dele e o afastou, logo em seguida se esquivou e olhou para o outro lado enquanto se distanciava...

-Queria lhe contar uma coisa. (Disse ele.)
-É melhor não... Por favor... (Respondeu ela receosa.)
-Realmente você não faz ideia do porque estamos aqui agora né?!
-Como assim?!
-Ela jamais teria deixado eu encontrar você. Ela sabe que eu te amo!
-Ela vai te matar quando souber...
-E por que ela mataria um amigo?
-Como assim?
-Eu queria vir te ver hoje, apenas pra dizer que eu havia terminado com ela... E que não importava o quanto você seria difícil pra mim, eu iria lutar por você! Lutar pra lhe conquistar!
-Não minta pra mim! E pare com essas brincadeiras bobas!
-Se fosse mentira você acha que eu faria isso aqui?!

Nesse momento ele segura ela no queixo e rouba um beijo dela.

-Por que você fez isso?! (Perguntou ela olhando em seus olhos.)
-Porque eu amo você! (Respondeu ele sorrindo.)

Nesse momento eles se abraçaram e se beijaram. Finalmente estavam juntos. A grande história de amor poderia finalmente ser vivida!

Por Pierre Martins

Comentários

Postar um comentário

Obrigado por comentar!