Velhos tempos


Antes de dormir eles sentaram na cama. Ele parecia meio distante e ela logo percebeu. Como uma ótima esposa que era, logo quis saber o por que de seu marido estar naquele estado.

-Me conte o que esta acontecendo contigo.
-Nada amor. Relaxa. Eu estou bem...
-Olha pra mim. Desde quando você me engana? Eu sei que aconteceu algo...
-É só saudades...
-Me conte vai...
-Saudades dos velhos tempos, velhos amigos... (Disse ele apos um longo suspiro.) Saudades de como a vida era antes.
-Eu imagino o quanto isso te faz falta.
-Acho que não imagina. Talvez não faça ideia do quanto é ruim ser sozinho.
-Ei, eu estou aqui contigo! Eu jamais te deixaria sozinho seu bobo!
-Eu sei amor! Eu sei... Mas não é querer voltar no tempo entende?! Não é que eu não goste da minha vida agora... Eu estou muito bem e feliz como estou agora! Mas são lembranças tão boas de coisas incríveis... Sei la... Eu vivi! Eu jamais esqueceria algumas coisas...
-Como... ?
-Sei la... Como os dia em que eu e meus melhores passávamos no Bob's pra comer e logo em seguida ficávamos atoa no parque conversando. Sei la... Fazíamos qualquer coisa sempre... As vezes um violão com ótimas ou péssimas canções, as vezes eram apenas conversas sobre coisas sem sentido... Mas tudo aquilo era o sentido da minha vida sabe?!
-Acho que eu entendo você...
-Não queria que todos se afastassem como aconteceu... Ou que houvessem todas aquelas brigas... No fundo eles eram mais que meus amigos, eles eram a minha família. É só saudades do que foi bom...
-Hoje você não é tão feliz assim? Não tem mais aquela família? (Perguntou ela entristecida.)
-Não! Tudo aquilo acabou...
-Entendo... (Disse ela completamente arrasada por ele não ter dado qualquer importância a ela.)

Nesse momento ele a abraçou bem forte. Ela disfarçadamente permitiu que escorresse uma lágrima enquanto o abraçava e ele não pode perceber.

-Sabe, são ótimas recordação e que me dão saudades. Apenas isso... Mas não me fazem falta...
-Como não fazem?! Eles eram a sua família e a sua felicidade.
-Eles foram sim... Mas hoje são apenas boas lembranças... E hoje a minha família é você! A minha felicidade é você! São boas lembranças tudo o que vivi com eles... Mas jamais trocaria por tudo o que estou vivendo contigo! Você é a minha família! Você é a minha vida! Meu tudo! Eles são só boas recordações...
-Seu bobo! (Disse ela sorrindo e secando as lágrimas.)
-Amor, qual o seu problema? Você esta bem emotiva hoje!
-Estou? Como você sabe disso?
-Com três anos de casado você passa a conhecer alguém não é?! E ainda mais se esse alguém for a pessoa que te da certeza que histórias de amor realmente acontecem!
-Seu bobo! Eu amo você!
-E eu sou louco por você! Mesmo depois desses quase dez anos juntos nada mudou! O amor ainda é o mesmo!
-Você é incrível!
-Você é mais que eu pedi a Deus! Eu amo você! E isso jamais vai mudar em mim!

Eles riram juntos... Se beijaram e se abraçaram.

-Amor, vamos deitar?
-Vamos sim vida. Amanhã vai ser um longo dia.

Eles então deitaram. Antes ele apagou a luz por que ela detestava a claridade no rosto na hora de dormir. Ela deitou de barriga pra cima e antes que pudesse dormir ficou um tempo olhando pro teto. Então ela pegou a mão dele e pôs em sua barriga.

-Sabe de uma coisa, acho que você sente falta de mais gente ao seu lado.
-Não meu amor! Eu tenho tudo o que preciso! Eu tenho você!
-Cara, eu te amo! Muito mesmo! Você não tem noção!
-E eu amo você minha vida! Pra sempre e uma semana a mais!

Eles então sorriram e ele fechou os olhos em seguida.

-O que você esta fazendo amor?
-Orando. Agradecendo a Deus por tudo.
-Acho que você vai ter que incluir mais um agradecimento nessa oração... (Disse ela sorrindo.)
-Ã?!
-Você vai ser papai!


Por Pierre Martins

Comentários