Segunda chance


Eu passei ao seu lado. Olhei em seus olhos mas ela simplesmente virou o rosto. Meu coração estava mais que apertado. Eu sei que vacilei, mas não queria perde-la. Então fui atrás dela. Gritei por seu nome e segurei em seu braço.

-Me espera. Eu preciso falar contigo!
-Falar comigo?! Cara, me esquece!
-Por favor! Me escute... Eu tenho que te explicar...
-Não! O que você fez não tem explicação... Cara, justo com a minha melhor amiga?!
-Eu estou arrependido...
-E eu ferida! E isso nunca vai passar...
-Eu amo você...

Eu ja estava chorando nesse momento. Os olhos dela se avermelharam e em seguida ela também chorou. Ela me olhava fixamente. Talvez isso fizesse com que eu me sentisse pior... Meu maior castigo não era perdê-la, mas sim ter que ver a garota que eu amo naquele estado. Então nesse momento eu segurei em uma de suas mãos e me ajoelhei.

-Me desculpe... Faço qualquer coisa pra ter seu perdão...
-Levante daí! Ta maluco?!
-Me perdoa! Por favor...
-Não! Você me perdoaria?!

Senti meu maxilar tremer nesse momento. Eu não podia mentir...

-Não... Acho que não... Eu sou um idiota não é?! Perdi o amor da minha vida...
-Realmente, você é um idiota! E me perdeu...

Então nesse momento eu me levantei. Meus olhos ardiam e eu chorava bastante. Senti um vazio no peito... Senti que a vida não faria mais sentido. Eu pensei em tirar a minha vida, mas isso não seria justo com ela. Não queria deixar nenhum peso em sua consciência por um erro que eu mesmo cometi. Ter ficado com a melhor amiga dela foi o maior erro que cometi na minha vida. Não importa se eu estava bêbado... Eu não devia ter feito isso. Todo erro tem uma consequência. A minha consequência foi perdê-la. Então entrei em meu carro e fui até um lugar. Corri bastante na estrada! Fui até o meu velho pier... Fiquei ali por algumas horas pensando em tudo... Até que fui surpreendido por alguém que chegou e sentou-se ao meu lado. Eu nem quis olhar, mas a voz era bem familiar...

-Eu sei que você realmente se arrependeu...
-Bastante! Só queria que ela entendesse isso... Sei que não mereço, mas queria uma segunda chance...
-Então por que não busca essa segunda chance?!
-Porque ela jamais iria me ouvir outra vez... O que eu fiz não tem perdão...
-Realmente não tem perdão... Você a ama?
-Muito! Ninguém imagina o quanto!
-E ela? O ama?
-Bom... Ama... Eu sei que ama.
-Não perca seu amor assim. Vá atrás dela!
-Eu não posso mais...
-Pode sim! Converse com Deus antes...
-Deus?! Farei isso...
-Bom, eu ja vou indo... Acho que você precisa conversar com Deus.

Nesse momento olhei pra ela. Era a minha velha melhor amiga. A prima que estava ali em minha vida por todos os momentos. Sempre me ajudando nos momentos mais difíceis... A minha melhor amiga.

-Até mais prima! Eu vou conversar com Ele!

Ela me beijou a testa e se foi... Então olhei pro horizonte e fiquei conversando com Deus. Bom, Ele não disse nada. Apenas me ouviu e isso era estranho...

-Deus, sei que por muito tempo não falo com o Senhor... Acho que sou um grande babaca que não valoriza as melhores coisas que a vida nos da... Sei que não devia lhe pedir nada, ja que ando vacilando bastante contigo. Mas por favor, me ajude com ela... ( Meu tom de voz era triste. ) Eu a amo Deus... Talvez não demonstre isso o tanto quanto deveria... Sei que erro muito em relação a tudo... ( Respirei fundo nesse momento. ) Sei que o que fiz não tem perdão... Faça ela a pessoa mais feliz do mundo! Ela merece... Dê a ela alguém que a ame o suficiente para nunca trair... Dê a ela uma pessoa que realmente mereça a pessoa maravilhosa que ela é... Faça ela ser feliz. Acho que isso é tudo que eu devo te pedir... Eu ja tive essa chance... E provei que não merecia. Agora dê alguém melhor que eu a ela. Dê a pessoa que vai amá-la e respeita-la por todos os dias... Amém...

Nesse momento, abri meus olhos e olhei pra trás. Ela estava ali parada me olhando com lágrimas nos olhos. Estava bastante frio. Não havia sol naquela tarde, apenas o branco das nuvens. O vento batia em seu cabelo, mas não era capaz de secar aquele rosto molhado por lágrimas. Eu me pus de pé e ela veio em minha direção. Ela me abraçou e continuou chorando. Eu não pude conter minhas lágrimas.

-Espero que você seja muito feliz! Você vai encontrar alguém muito melhor que eu...
-Cala a boca! Só me abraça!

Eu sorri e fiquei quetinho ali abraçado com a garota que eu amo.

-Você me ama?
-Muito! Sei que sou um idiota, mas te amo muito mesmo!
-Então me abraça forte e me faça a mulher mais feliz do mundo?!
-É o que eu mais quero... Me perdoa?!
-Eu não sei mais viver sem você...
-Eu vou ser melhor do que fui...
-Eu vou lhe dar outra chance...
-Só preciso dessa! Não vou vacilar outra vez! Eu prometo! Eu amo você...

Ela hesitou responder, mas acabou dizendo.

-E eu amo você!

Eu jamais vou errar com ela outra vez! Eu prometi e vou cumprir!


Por Pierre Martins

Comentários