O meu mundo!

E hoje eu tenho a certeza que você é o meu mundo!


Fechei meus olhos naquele instante. Sabia que algo mudaria pra sempre a minha vida. Não existia nada concreto ainda, mas meu coração ja previa o que ia acontecer. Senti sua mão tocar meu rosto, exatamente daquela forma que me envolvia completamente. Eu apenas sorri enquanto me deixava levar por aquele momento. Senti a brisa tocar meu rosto. Senti o perfume que ele usava. Como sempre, era aquele mesmo perfume de quando o conheci. Abri meus olhos e notei que ele me olhava. Ele prestava atenção em cada detalhe meu. Seu rosto era notavelmente de um cara apaixonado. Era o mesmo rosto desde o dia em que o conheci. Aquele olhar... Me cobria por inteira. Sua respiração continuava ofegante, como sempre foi. Enquanto acariciava meu rosto, pegou em uma de minhas mãos. Ele sorriu. Eu apenas o olhava encantada. Seus olhos se moviam rapidamente. Talvez ele estivesse tentando escolher um de meus olhos para fixar seu olhar.

-É incrível!
-O que? - Questionei-o.
-É incrível o quanto eu ainda fico nervoso perto de você.
-Bobo. Ja estamos a tanto tempo juntos... - Desviei meu olhar e minha vergonha foi notável.
-É que hoje é um dia importante.
-Importante por que?

Ele ficou bastante pensativo. Seu queixo tremia. Nesse instante, percebi que minhas mãos estavam suadas.Eu estava nervosa, poque eu sabia que aquele seria o grande dia.

-É importante por que amor? - Eu insisti.
-É difícil dizer... - Ele sorriu sem jeito desviando o olhar. - Vou tentar explicar.
-Prossiga minha vida! - Eu estava corada.
-Lembra que eu te disse uma vez que queria ser pra você como o vento? Que eu queria estar em toda parte contigo, sempre tocado você. E que quando sentisse minha falta, bastaria ir até o lado de fora e sentir o vento lhe tocar, assim saberia que eu estaria perto?
-Sim. Lembro sim!
-Lembra também que lhe dei uma estrela, e que quando sentisse a minha falta nas noites, bastaria olhar pela janela pra sua estrela e saberia que estamos tão perto que podemos ver a mesma estrela?
-Sim amor. Claro que lembro! - Eu sorri naquele instante.
-Então, hoje eu quero ser como o céu pra você! Que durante o dia te da o sol pra te aquecer e durante a noite escura e fria lhe da o brilho das estrelas...
-Amor, mas o céu é o infinito! É como se não existisse...
-Exatamente! É como se não existisse. Mas existe! E eu quero ser assim pra você! Eu quero ser o seu infinito! Quero ser o espaço onde você habita. Quero ser seu tudo! Quero ser o seu mundo, assim como você é o meu mundo!
-Besta romântica!
-Quer ser minha pra sempre? Casa comigo?

Ele então ajoelhou-se e mostrou-me um anel lindo! Meus olhos se encheram de lágrimas. Havia um nó em minha garganta que me impedia de dizer algo. Apenas ajoelhei-me a sua frente. Estiquei minha mão para que ele pusesse o anel em meu dedo e o beijei. 

-É claro que eu aceito! É o que eu mais quero! - Disse eu após interromper o beijo. -Eu amo você!

Continuei o beijando por algum tempo. Logo em seguida ele me pegou no colo e saímos correndo feito dois adolescentes loucos. Mas e daí?! Quem se importa?! Nós somos felizes! Existem duas certezas para cada dúvida que nasce em mim. Eu o amo e ele me ama! Isso basta para que qualquer coisa seja vencida. Sei que seremos felizes... Pra sempre e uma semana a mais! sz'


Comentários

  1. simplesmente sem palavras para esse belo texto.
    Convido você para visitar meu blog também http://meu-mundo-em-palavras.blogspot.com/ beijos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por comentar!