Um dia triste



Meu coração estava aflito naquele momento. Eu sabia que jamais o veria outra vez. Tudo agora estava acabado. Ao receber aquela notícia, foi como sentir meu mundo desmoronar. Foi sentir parte de mim indo em bora para sempre. Senti que não havia mais voz em minha garganta. Havia um nó terrível. As lágrimas não desciam, por mais que eu insistisse em querer derramá-las. Lembrei então de cada momento ao lado de meu melhor amigo. Cada sorriso. Cada loucura que fizemos juntos. Meu peito estava queimando. Sentei-me na cama e olhei no espelho. Apenas questionei o sentido da vida. Disse então em meus pensamentos: "- Vá com Deus meu amigo!" Então nesse momento senti meus olhos ficarem úmidos. Então minha esposa entrou no quarto. Logo se espantou quando me viu naquele estado.

-O que houve amor? - Eu apenas fiquei calado e senti meu queixo tremer. Então ela se aproximou, me abraçou de um modo que meu rosto ficou em sua barriga e enfim senti as lágrimas descerem. Chorei de soluçar ali naquele momento. Depois de um tempo, então ela voltou a me questionar. - O que houve amor?
-Ele se foi amor. Ele não resistiu... Não teve mais forças... - Minha voz falhava ao mesmo tempo que se misturava aos soluços de meu choro.
-Ele esta com Deus agora.

Ela chorou comigo naquele momento enquanto me abraçava. Eu nunca me imaginei sem ele. Sem nossas conversas. Sabia que a falta que aquele "puto safado" faria jamais poderia ser compensada. Doeu mais do que perder uma parte de meu corpo. Pra mim, ele valia mais que meus braços...

Meu consolo é saber que onde ele está, não vai mais lamentar por precisar urinar de cinco em cinco minutos por causa dos diuréticos. Meu real consolo é saber que agora nem o céu é limite mais pra ele. Só não esqueça amigo, onde você estiver, não esqueça de dar um abraço em Deus e dizer que esse abraço é meu. Porque gostaria muito de agradecer a Ele por tudo o que passei aqui. Principalmente por ter tido pessoas como você ao meu lado. Obrigado!

Comentários