Uma noite inesquecível.

Tanto faz o que var rolar...
A noite havia chegado. Algo me dizia que aquele show seria inesquecível de alguma forma. O chuvisco persistente molhava meu rosto. De alguma forma isso me fez lembrar de lágrimas... Isso acabou me fazendo levar até ele. Ergui minha cabeça e olhei pro céu. Não haviam estrelas. Era uma noite rústica e aparentemente triste. O show havia começado. Eu fechava meus olhos e cantava com todas as minhas forças. Sempre gostei das músicas da banda Rosa de Saron. Hoje estava assistindo eles pela primeira vez. Queria esquecer de tudo. Esquecer do mundo e esquecer dele.

Ja havia se passado algum tempo. Então quando abri meus olhos e olhei pro lado meu coração disparou. Quase saltou pela boca. Ele estava ali ao meu lado. Esfreguei meus olhos quase que não acreditando naquilo. Então fui até ele instintivamente e o abracei. 

Seus braços, seus abraços...
-Ei moço! Não fala mais com as amigas?! - Disse eu olhando em seus olhos.
-Nossa! Você aqui! Que coincidência. Não tinha te visto. Tudo bem? - Seu olhar era cativante.
-Pois é! Tudo bem sim! E contigo? - Eu estava esperançosa para que o assunto rendesse mais um pouco. 
-Tudo ótimo! Foi bom te ver!
-Eu digo o mesmo! Estava com saudades...

Então uma música começou a tocar. Era alta de mais e era impossível conversar nessa situação. Então ele apenas sorriu e olhou pra frente. Eu fiquei frustrada, mas não podia fazer mais nada. 
Ele cantava de uma forma incrível. Não, eu não podia ouvi-lo. Isso seria impossível. Com tando barulho, a voz dele acabou apenas se tornando mais uma na multidão. Mas ele se entregava e realmente cantava com dedicação. Talvez cada uma daquelas músicas realmente fizessem sentido pra ele. 
Eu o olhava encantada. Ele parecia tão incrível mesmo sendo tão simples. O show estava acontecendo a minha volta, mas eu só olhava pra ele. Tentei por algumas vezes me aproximar. Até mesmo esbarrei minha mão na dele por algumas vezes na esperança de que ele a segurasse, mas ele se afastava aos poucos. Até que pôs suas mãos no bolso. 
Pessoas vinham falar comigo a todo momento, mas ninguém ia o ver. Ele estava sozinho ali. Mas mesmo assim ele parecia estar com ela ao seu lado. De alguma forma eu a invejava. Ele é incrível! Não por sua aparência, mas por suas atitudes. Ainda derramo lágrimas de arrependimento por ter o perdido. 

A falta que você faz ninguém fez.
Ja era quase o fim do show quando tocou uma música em que dizia: "-Foi sem você que eu pude entender que não é fácil viver sem te ter." Não segurei minhas lágrimas. Então sai dali antes que ele me visse chorando. Não sabia mais que mentira inventar para esconder minhas lágrimas. 
Minha vida estava se destruindo. Então a chuva apertou. Não demorou muito para que o show terminasse. Quando a maioria das pessoas ja tinham ido embora eu ainda fiquei ali. Sentada naquela calçada. Esperando que a chuva lavasse meu rosto e escondesse todas aquelas lágrimas. 


Comentários

  1. Parabéns pelo blog.. show de bola.

    Abraço,
    PREGUIÇA ALHEIA
    ____________________
    www.preguicaalheia.com

    ResponderExcluir
  2. Gosto de blogs nesse estilo. Ótimo blog. Seguindo, segue tbm?

    Diogopensamentos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Bem legal seu blog, seguindo.
    Se puder me siga tmb ;)

    http://teremarcellino.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Vou seguir sim! Acho até que ja sigo o seu! :D obg! :D

    ResponderExcluir
  5. Parabens pelo blog estou te seguindo , agora é com voce ! me segue ae tambem !

    manolofailbr.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por comentar!