Qual sua escolha?

Qual sua escolha?
A vida só te da uma chance pra ser feliz.
Deixar ela passar também não significa ser o fim de tudo. Pra falar a verdade, não sou bem o tipo de pessoa que acredita no fim.
De alguma forma as coisas que aconteceram continuam vivendo dentro de cada um de nós. Sejam elas boas ou ruins.
Na verdade, também não sou o tipo de pessoa que acredita em coisas ruins. Nem tudo é ruim! O que é uma coisa ruim? O fim de um relacionamento amoroso? Acredito que não. Talvez Deus só quisesse tirar uma pedra do seu caminho. Uma amizade perdida também não é uma coisa ruim. Verdadeiros amigos nunca se vão! Uma escolha errada? Talvez essa seja a coisa mais ruim do mundo para qualquer outra pessoa, a não ser que ela veja tudo de uma forma mais ampla. É preciso errar as vezes para aprender. Se uma criança escolhe enfiar o dedo em uma tomada, ela leva um choque. Isso é ruim não é?! Bom, nem tanto. Talvez fosse necessário isso acontecer para que ela fosse capaz de entender que não deve tomar essas escolhas e isso poderia matá-la no futuro. Nem mesmo o medo é uma coisa ruim. É necessário ter medo de algumas coisas. Principalmente aquelas que poderiam por fim a sua vida. Aliás, como eu disse antes, não acredito no fim. O que é o fim? O fim meu caro leitor é nada mais, nada menos que um novo início. Nem mesmo a morte é o fim. É apenas um novo começo que nos levará a uma coisa ótima. Nos levará ao céu! A vida eterna com Deus! Bom, a não ser que você faça as escolhas erradas, não tenha medo ou respeito. A não ser que você não aprenda com as lições que a vida dá. Nesse caso, você vai conhecer uma coisa realmente ruim. Não é que eu acredite em coisas ruins, mas toda decisão errada tem uma conseqüência. Uma pessoa caminha a beira de uma montanha com um vulcão. Ele não despertou, mas existe um poço de lava. Essa pessoa esta caminhando por ali. Chegar a floresta é bastante difícil e cansativo. É um longo e tediante caminho! Descer pelo vulcão é muito mais divertido e emocionante! E mais fácil também! É válido lembrar da facilidade. O que você escolheria?
Bom, como eu disse antes, não sou o tipo de pessoa que acredita no fim. Acho que você também deveria pensar que independente da sua decisão, não haverá fim!

Por Pierre Martins

Comentários