O homem e o muro.

Conta-se uma história que é mais ou menos assim...

Você esta aqui?
Havia um certo homem que estava sentado em cima de um muro. O dia era bonito e ele estava completamente satisfeito com sua vida. Tinha tudo o que queria e da forma que queria. Olhou para o céu relaxado e, por um instante, sentiu que tinha a melhor vida do mundo. Estava se sentindo o "dono do seu destino". Então, passado algum tempo, ele olhou para o céu mais uma vez. Viu as nuvens dançando, movimentados pelo impulso da brisa fresca que, também tocava seu rosto lhe dando a melhor sensação que já havia sentido. Após fechar os olhos e sorrir pela felicidade que estava sentindo, pensou em Deus, no céu, no Diabo e no inferno. Sentiu calafrios ao ter esse pensamento. Pensou que não maltratava ninguém, não tinha inimigos, sorria para todos, estava agradando ao mundo inteiro. Até mesmo aos crentes! Ia a Igreja sempre que podia e isso não o impedia do churrasco e da cervejinha com os amigos de vez em quando. Sua vida era perfeita! Todos o adoravam! Então, ouviu algumas vozes. Ao olhar para um dos lados do muro, viu alguns "Anjos" o olhando. Não só isso, mas eles o chamavam. Sabiam seu nome e, quando notaram que ele estava olhando, pediam quase que implorando para que ele descesse e se juntasse a eles.

Ou você vem para nosso lado...
- O que vocês querem? - perguntou ele.
- Queremos que você desça daí! - respondeu um deles. - Venha se juntar a nós! Seu lugar é aqui! - continuou outro anjo.
- Querem que eu fique aí? - perguntou outra vez. - Mas não sei se quero. Estou muito bem aqui! Tenho a vida que sempre pedi a Deus!
- Seu lugar não é aí! Você tem que vir pra cá! - esbravejou um dos anjos.
- Não quero! Teria que abrir mão de muita coisa. Não quero me tornar mais um fanático e perder meus amigos, minha alegria, meu sossego... Deixe-me aqui! Estou muito bem!
- Mas você precisa estar ao nosso lado! Aqui é seu lugar!
- Não! Eu estou muito bem aqui! Estou feliz! E eu não faço mau a ninguém. Até vou a igreja! - sorriu ao dizer isso. - Minha vida está ótima! E Deus se agrada disso. Ele quer meu bem, não é? Tenho bastante dinheiro, uma mulher maravilhosa, bons amigos, um ótimo emprego... Deus me ama assim, do jeito que eu sou! Sou bastante abençoado. Não quero que minha vida mude! Não quero ser um fanático! Me deixem em paz anjos! Já fiz minha escolha! A brisa daqui de cima é ótima! O sossego, a vista! Meu lugar é aqui em cima e daqui eu não desço!

Então aquele homem sorriu e olhou para o céu. - Vê se pode. Querer que eu largue tudo isso que tenho! Estou muito bem com Deus assim. - pensou ele. Então, seus pensamentos viajaram outra vez e lhe fizeram com que nascesse uma pergunta. - Se os Anjos vieram, então cadê os demônios?

Ao olhar para o lado oposto ao anterior, viu um ambiente bem escuro. uma neblina baixa e notou alguns passos.

...ou você continua ao lado deles!
- Tem alguém ai? - perguntou.
- Tem sim. - respondeu um demônio aproximando-se. - O que quer saber?
- Nada de importante. Só achei estranho... - refletiu.
- O que é estranho amigo? - Perguntou um dos demônios.
- Nada de mais. É que os "anjos" que estão do outro lado do muro me encheram o saco para que eu descesse e fosse para lá.
- Sério? - sorriu. - Eles são assim mesmo. Não se importe. Sempre nos incomodando, não é amigo? - sorriu maleficamente olhando em seus olhos.
- Pois é. As vezes eles incomodam... - sorriu sem jeito.
- As vezes? - levantou o tom de voz. - Eles sempre fazem isso! Querem a todo custo mudar a opinião dos outros!
- Pois é. Isso é verdade. Estou muito bem aqui! Não tenho motivos para descer.
- Concordo plenamente contigo meu amigo! Não se importe com esses babacas! Aliás, são babacas mesmo, não é?
- Sim! Bem babacas! - sorriu.
- É! Amigo, já vou indo.
- Tudo bem... - não suportando a curiosidade, resolveu perguntar. - Me diz uma coisa?
- Sim. - respondeu o demônio olhando de costas. - O que quer saber?
- Os anjos estão loucos la para que eu desça para o lado deles. Vocês não me querem ai com vocês também não?
- Como? - o demônio sorriu surpreso com a pergunta. - Esta brincando? - gargalhou. - Rapaz, você já esta conosco! O muro é nosso meu amigo! E você é especial para nós! É você quem nos ajuda a ganhar as almas que estão do outro lado do muro! É nosso soldado! Agora preciso ir fazer meu trabalho. Até logo!

O demônio saiu sorrindo e o homem ficou perplexo. Ele era o pescador de almas para o Diabo.

E você? O que você é? Onde você esta? Esta se conformando com esse século? Quer ficar bem com todos? Esta espalhando essa crença que esse rapaz do muro disseminou pelo mundo? Deus não se agrada com o morno! Você não pode agradar dois Senhores. Ou você agrada a Deus, ou agrada ao Diabo. Tome uma direção na sua vida. Com Deus não se brinca. Espero que essa pequena reflexão possa fazer a diferença em sua vida e que você possa vir para o nosso lado, pois o seu lugar é aqui !!!



Autor desconhecido
Reeditado por Pierre Martins
Comente!

Comentários