Uma noite.

... em três dias reconstrói seu coração.

A música tocava. Meus dedos formavam as notas embalados pelos instrumentos de meus amigos. Nesta hora percebi que eu havia entrado no automático. O Pastor falava, as pessoas cantavam e oravam. Eu estava mais uma vez perdido em meus pensamentos. Eu estava com ela mais uma vez na cabeça. Com os bons e momentos. Com tudo o que me fazia ampliar a saudade. Então comecei a refletir a respeito de tudo o que havia acontecido em nosso relacionamento. Tentei buscar culpas, culpados, falhas... Nada fazia com que eu compreendesse o que havia acontecido. Então percebi que estive fora de meu mundo. Percebi que vivi uma vida que não era a minha. Nesta hora senti-me um nada. Fui contra todos os meus princípios. Contra tudo o que eu acreditava ser o caminho certo. Neguei a meus irmãos de fé, neguei a minha doutrina, a meus ideais e a Deus. Fui em busca de um amor que não me pertencia. Não fiz o que um cristão deveria fazer. Não preguei, não dei exemplo, não passei o ensinamento do que havia aprendido em toda a minha vida, não ganhei as almas das pessoas que eu mais amava para Jesus. Uma árvore seca. Assim eu me senti naquele momento. Fechei meus olhos e senti as lágrimas escorrerem.
O hino dizia: “ - Me arrepender eu venho, me arrepender eu quero, me arrepender de tudo que pequei contra ti, Senhor... ” Senti o arrependimento tocar meu coração naquele instante. Senti que naquele momento meu lugar não deveria ser lá em cima tocando a música, mas sim ajoelhado diante o altar de Deus, colocando meu rosto no pó e me rendendo aos pés de Deus com minhas lágrimas de arrependimento. Eu estava rendido a presença de Deus. Rendido a vontade de Deus. E me reconciliei com minha fé.
Hoje eu busco uma nova história em minha vida. Eu desejo reconstruir o que foi destruído. Mas quero que seja perfeito aos olhos de Deus. Quero o meu amor de volta, mas quero que venha a mim com a imagem e semelhança de Deus, não no corpo, mas no espírito. Quero mostrar a ela o que vi. Quero que ela sinta o que senti. E que nós sejamos felizes por completo no amor de Deus. Eu a vejo pelos olhos Dele.
Deus está a frente de cada passo e isso me garante a escolha certa daqui pra frente. Posso até me enganar outra vez com qualquer outra coisa, mas dessa estrada eu não me desvio nunca mais!

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.”
— 1 João 1:9


Por Pierre Martins

Comentários