Adeus Chorão.

Podem me tirar tudo o que tenho, mas não podem me
tirar as coisas boas que eu fiz pra quem eu amo.

Sabe quando alguém fala contigo sem nunca ter visto você?
Foram aquelas músicas que sempre embalaram os momentos certos de minha vida. Em suas letras os conselhos, consolos, broncas e palavras que deveriam vir de um amigo. Não tive oportunidade de estar muitas vezes perto. Estou certo que minha presença nunca foi notada, mas senti uma amizade diferenciada. Senti que grande parte de suas canções eram feitas pra mim. “ Simplesmente hoje eu quero ser levado a sério. As coisas mudam sempre, mas a vida não é só como eu espero.” Amizade, companheirismo... Por muitas vezes me inspirei em suas canções. Sei que as vezes erramos. Você errou, eu errei. “Mas se for pra falar de algo bom eu sempre vou lembrar de você.” Não importa que você não esteja mais aqui, amigo. Hoje você saiu da vida para entrar para a história!
Você contribuiu muito para a pessoa que sou hoje. Fé, perseverança, emoção a flor da pele, luta contínua por um ideal. Aprendi contigo que nunca devemos mudar o nosso eu por uma sociedade que “fala, fala o tempo todo mas não tem nada a dizer.”  
Tenho uma coisa a dizer. Ontem em minha cidade caiu um enorme temporal. Enquanto voltava da faculdade, a estrada parecia uma grande festa com muito som e luzes! Eu lembrei de você e do ultimo show seu que pude curtir. Lembrei que poemas tem que nascer do coração. Não precisam ser escritos ou decorados. Só precisam ser ditos para as pessoas certas nos momentos certos.
Canto a minha vida com orgulho. Na minha vida tudo acontece, mas quanto mais a gente rala, mais a gente cresce.”
Aprendi a ser quem eu sou. Só mudar o que for necessário pra me fazer bem. E o que me faz bem é ver as pessoas que amo bem.
Sei que deixou uma geração inteira com o coração apertado nesse 6 de março. Hoje faz um mês que perdi outro grande amigo. Não para a morte, mas para o mundo com suas “Bocas Ordinárias”.
Faz um mês que você me aconselha com suas velhas canções.
“ O amor é assim, é a paz de Deus em sua casa. O amor é assim, é a paz de Deus que NUNCA acaba.”
Hoje sei que viu realmente a cor das paredes da casa de Deus e que achou seu lugar ao sol.
E dentre tudo o que tenho a dizer, gostaria que soubesse que “você deixou saudades”.
Os tais dias difíceis estão passando por mim. Mas nada acontece de graça. Vou me apegar as velhas canções e lembrar do tempo em que esteve aqui. Não sei como serão as coisas daqui pra frente, mas sei que nada será igual. Sempre vai faltar você.
Nossas vidas, nossos sonhos tem o mesmo valor”.
Alexandre Magno Abrão, meu caro amigo “Chorão”. Você será eterno em nossos corações com suas canções! É com lágrimas que escrevo esse texto. Não sei explicar o que sinto nesse momento. Talvez uma mistura de saudade com rock. Com aquele “Vamo fazer barulho!!!” Valeu Chorão!
Charlie Brown Jr na veia!!!!!!! Quem nos entende?? Acho que ninguém. Somos poucos mas somos loucos.
E o que é Charlie Brown Jr? Ah!

SÓ OS LOUCOS SABEM!!!!”

Adeus Chorão!

Minha música: Lugar ao sol.

Por Pierre Martins

Comentários

  1. Respostas
    1. Também vou sentir falta, eu não era fanática por ele, mas as músicas dele representa vários momentos difíceis pelos quais eu passo. =/

      Excluir
  2. Todos passamos momentos difíceis. Tbm estou passando hoje. Se precisar de um amigo para cvs, é só me adicionar! :)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por comentar!