Abstrato.

Eu procurava entender o por que disso tudo enquanto estava deitado na cama. As vezes sinto que somos tão próximos, que tudo pode dar certo... As vezes tenho certeza que é só questão de tempo... Sinto isso quando seguro sua mão. Será que ela imagina que minha vontade é entrelaçar nossos dedos? Será que ela pensa que não quero um abraço só de 5 segundos e sim tê-la em meus braços por longos tempos? Que não quero só beijar seu rosto, mas seus lábios e sua testa? As vezes sinto que isso está tão perto de acontecer... Do jeito que ela me olha, que ela sorri pra mim... Da forma como me trata... Será que ela imagina que eu fico pensando nela todas as noites antes de dormir?

Mas as vezes me bate uma incerteza tão grande. Um medo de eu estar me enganando outra vez. Que tudo não passe de uma bobeira minha. Sinto medo de que, na verdade, não tenhamos nascido um para o outro... As vezes sinto ela tão distante...
Eu já não sei o que fazer. Só sei que eu mudei muito e parte disso foi sim por sua causa. Talvez se não tivéssemos passado aquele dia juntos a minha vida ainda estaria do mesmo jeito. Ah, que droga!
Tantas dúvidas...

Só peço a Deus que faça as coisas acontecerem como tem que acontecer. Sei que eu faria de tudo para fazê-la feliz! Uma coisa que a vida me ensinou é que sou capaz de me adaptar e viver, não pra quem eu amo, mas viver por quem eu amo.

Espero que tudo um dia dê certo... Eu faria valer apena.


Por Pierre Martins

Comentários