Viajem no tempo.

Hoje alguém me perguntou no ask.fm se eu achava que um dia nós (humanos) seríamos capazes de viajar através do tempo. Bom, na verdade nós já sabemos como fazer isso. Pelo menos segundo a teoria da relatividade de Einstein o tempo e o espaço são distorcidos de duas formas: pela gravidade e pela velocidade. Se viajarmos em uma velocidade próxima a velocidade da luz, certamente o tempo passará mais devagar para nós em relação as outras pessoas que estão paradas. Então, se para você se passaram cinco anos, para as demais pessoas já se passaram cinqüenta. Também nos diz que se entrarmos em uma nave e dermos uma volta na orbita de um buraco negro, o tempo será distorcido, pois na alta gravidade o tempo tende passar mais devagar.
Acredito que não era essa a resposta que desejavam ouvir quando me perguntaram aquilo. Infelizmente ainda não sabemos como fazer o tempo retroceder. Dizem que pode ser que seja possível, mas nada que possa ser argumentado com bases concretas ainda.

Particularmente eu não desejo voltar no tempo. E nem viajar ao futuro. Talvez seja doloroso de mais reviver tudo aquilo outra vez. Mesmo os momentos felizes... Talvez reviver um relacionamento onde você sabe que no fim vai magoar aquela pessoa faça com que você erre mais do que errou. Ou talvez reviver um amor que no fim partiu seu coração seja um sofrimento maior do que o que já viveu.
Talvez poder reencontrar alguém que já se foi fará com que você não a ame pelo que ela é, mas sim pelo que ela foi.
Mudar algo no passado significa mudar quem você é. Mesmo que hoje não seja quem gostaria de ser, saiba que adquiriu essa maturidade nos seus erros. Errar não faz de você apenas humano, faz de você sábio. As maiores lições que terá na vida não são as que outras pessoas darão a você, mas sim as que você conquistou por si mesmo. Essas serão as mais valorizadas! Essas irão formar seu caráter! Simplesmente porque a vida é sua e as escolhas mais importantes nela é você quem fará!

O futuro também não me enche os olhos. Por mais que eu possa ver qual será o destino das coisas; por mais que eu veja o quanto nos crescemos e evoluímos ou o quanto regredimos como espécie (como fazemos atualmente), nada disso me faria uma pessoa realizada. Porque o que nos define é a nossa história e a nossa contribuição para a história da nossa época. Os carros voadores e as máquinas de tele transportes jamais me fariam tão feliz quanto entrar em meu carro velho e dirigir por ai, pegando a brisa da praia no rosto enquanto escuto as músicas da minha banda favorita. Eu não trocaria a minha história por nada nesse mundo.

Por mais que um dia seja possível quebrar todas as leis da física e todos os limites da tecnologia, é a simplicidade de hoje que me faz feliz e completo. Um homem sem sua história é como um planeta órfão, expulso de seu sistema solar, vagando pela imensidão do universo sem um destino certo.
Como todos sabem, tenho uma religião (Cristão) e acredito em um Deus que sabe de todas as coisas. Sei que seus planos são perfeitos e quero vivê-los. Sei que Ele transcende através do tempo. E pensar em viajar no tempo é querer me igualar a Ele e achar que posso entender algo que é muito maior que eu. Eu sei que não posso. Sou limitado de mais! Sou apenas um homem que habita um planeta maravilhoso que orbita uma estrela maravilhosa em meio a bilhões de estrelas em uma galáxia chamada Via Láctea, que esta entre bilhões de galáxias que esta em um universo que possivelmente esta entre bilhões de universos que esta em algo que ainda não sou capaz de compreender.

O que me resta? Viver as coisas no tempo certo! Esperar o tempo de Deus! E ser feliz e completo com tudo o que tenho. Respondido? :)













Por Pierre Martins

Comentários